Esses são os imóveis mais caros da cidade de São Paulo; você compraria?

O imóvel mais caro da capital paulista, de acordo com levantamento feito pelo portal imobiliário Properati a pedido do InfoMoney, está localizado no bairro Jardim Europa e custa R$ 40 milhões. Com uma área útil de 971 m², o apartamento fica na cobertura de um edifício de luxo e conta com cinco quartos.

Foram selecionados os nove imóveis da capital anunciados no portal que possuem maior preço. Do total, seis deles estão no bairro da Vila Nova Conceição, que  é o mais caro da cidade; o metro quadrado do bairro tem uma média de preço de R$ 16.383.

Leia mais

Brasileiros suspeitos de terem contas em paraísos fiscais possuem domicílio em bairros mais caros

De olho no desdobramento do caso conhecido como Panamá Papers, escândalo envolvendo abertura de empresas offshore pelo escritório jurídico panamenho Mossak Fonseca, que foi revelado pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) no início deste ano, o portal imobiliário Properati.com.br fez um levantamento para identificar o preço de domicílios registrados em nome dos brasileiros que aparecem como suspeitos de manter contas irregulares em paraísos fiscais.

Leia mais

Indice Properati-Hiperdados de medição da variação de preços do mercado imobiliário – agosto/2016

A sociedade está esperançosa e cautelosa, e isso faz com que preços apresentem variações para cima e para baixo, mas em grandes centros os preços dos imóveis permanecem sem acompanhar a inflação dos preços gerais, o que é ruim para quem quer vender um imóvel e, ao mesmo tempo, maravilhoso para quem quer comprar um imóvel.

Recentemente o presidente do Sindicato das Indústrias de Construção do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), José Romeu Ferraz Neto, avalia que a retomada de investimentos no setor depende de mudanças estruturais — reformas trabalhista, previdenciária e social — e não “simplesmente” da troca de governo do país. (Valor, 31/08/16).

Leia mais

Microapartamentos seguem como tendência no mercado imobiliário

“É cada um no seu quadrado”, diz a frase popular que resume o estilo de vida das novas gerações. O slogan caberia bem em um anúncio para descrever um tipo de imóvel que virou tendência nos últimos anos no mercado imobiliário: são os chamados microapartamentos. Com o aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, o adiamento do casamento e a mudança nos arranjos familiares, cada vez mais pessoas procuram um apartamento para viver só – ou quase sozinho.

Leia mais

Relatório mensal do mercado imobiliário – São Paulo/SP – Março 2016

Com as informações do mês de março, resolvemos analisar a evolução do preço de algumas capitais brasileiras afim de trazer a discussão sobre o que o efeito político-econômico está causando no preço de cada uma dessas praças. Aqui consideramos, especificamente, o período de fortes discussões sobre impeachment (mar/2015 – mar/2016). O que vai acontecer ainda não sabemos, mas o ambiente econômico deu um grande passo dia 17 de abril para resolver a pauta se a nossa “presidente vai embora” ou se a “presidente fica no cargo”. O importante é que esse enrosco deve ser destravado logo, para que pautas sobre crescimento econômico sustentável voltem a ser a discussão principal de nosso governo.

Leia mais

Relatório mensal do mercado imobiliário – São Paulo/SP

  • Variação janeiro/fevereiro 2016: +0,25%
  • Variação fevereiro 2016-2015: +1,4
  • Variação real fevereiro 2016-2015: -9,3%
  • Preço médio SP: R$ 8.761,37/m2

O cenário econômico nacional vem passando por ajustes, no mercado imobiliário não poderia ser diferente, dada a sua importância na composição do PIB (Produto Interno Bruto), representando historicamente cerca de 7% da riqueza produzida no país. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB brasileiro é de quase 6 trilhões.

Leia mais