• Compartilhar em Google+

Segundo o último levantamento de preços feito pelo portal de busca de imóveis Properati.com.br, o preço médio atual do metro quadrado de São Paulo (R$ 8.028) é 60% mais caro que o valor médio do metro quadrado dos imóveis localizados no bairro de Pirituba (R$5.015).

De acordo com a mesma pesquisa, nos últimos quatro anos, o preço médio do bairro da zona norte desvalorizou quase 7%. Em agosto de 2013, o valor de Pirituba era de R$ 5.370. Quatro anos depois, esse preço caiu para R$ 5.015. Na contramão, o preço médio do metro quadrado da capital paulista era, em agosto de 2013, R$ 7.542, enquanto hoje está em R$ 8.028 — o que significa uma valorização de 6,5%. Assim, a diferença entre Pirituba e São Paulo tem aumentado nos últimos anos.

O registro com maior proximidade entre os preços aconteceu em setembro de 2014, quando o valor médio da capital era R$ 7.574 e o de Pirituba, R$ 6.537. Confira abaixo um gráfico comparativo entre os preços da capital e do bairro da zona norte:

Durante o período avaliado, a variação do preço em Pirituba quase sempre esteve na contramão da variação encontrada na cidade de São Paulo. Como podemos ver no gráfico, desde dezembro de 2015, enquanto o metro quadrado da cidade ficava mais caro, o preço em Pirituba caía. Por outro lado, nos últimos meses, o inverso tem ocorrido. Desde abril deste ano, o preço médio da cidade somente tem caído, enquanto o metro quadrado de Pirituba tem sido valorizado.

Crescimento

Além de ter seu metro quadrado desvalorizado em quatro anos, a região de Pirituba também não tem crescido muito. Nos últimos dez anos, segundo um levantamento feito pelo portal Properati.com.br, o número de novas edificações construídas no distrito em que o bairro se encontra foi de apenas 130 unidades. Isso faz com que Pirituba ocupe a 18ª posição no ranking dos distritos que mais cresceram em função de novas obras na última década.

A situação piora quando é calculada a relação entre o número de novas construções e a área dos distritos. Nessa conta, Pirituba cai para a 23ª posição do ranking.

A pesquisa da Properati.com.br sobre o número de obras realizadas é feita com base nos mais de 40 mil alvarás emitidos pela cidade de São Paulo nos últimos dez anos. Para verificar o estudo completo, é só clicar aqui.