Balanço Anual IPH 2016

Para comemorar o 463ª aniversário da capital, o portal imobiliário Properati elaborou um mapa de calor em 3D que permite visualizar os preços médios dos imóveis à venda em todos os bairros da cidade.

Pelo mapeamento feito pelo Properati a partir de sua base de 300 mil imóveis cadastrados na cidade de São Paulo, os imóveis mais caros da cidade, localizados nas áreas com a cor mais escura, se concentram mais ao centro do mapa da capital, em distritos (formas de divisão administrativa da cidade que delimitam geograficamente alguns dos serviços públicos) como Lapa, Perdizes e Pinheiros, na Zona Oeste, e Morumbi, Moema e Campo Belo, na Zona Sul. O m² desses imóveis custa, em média, mais de R$ 11.997.

Leia mais

Relatório mensal do mercado imobiliário – Dezembro 2016

O portal e aplicativo imobiliário Properati e a Hiperdados, plataforma de gestão de informações integradas do mercado, acabam de fechar o relatório que traz a medição da variação dos preços médios do setor imobiliário no mês de novembro. O levantamento é feito em cima da base de mais de um milhão de imóveis anunciados no Properati.com.br .

Leia mais

Relatório mensal do mercado imobiliário – Setembro 2016

O portal e aplicativo imobiliário Properati e a Hiperdados, plataforma de gestão de informações integradas do mercado, acabam de fechar o relatório que traz a medição da variação dos preços médios do setor imobiliário no mês de setembro. O levantamento é feito em cima da base de mais de um milhão de imóveis anunciados no Properati.com.br.

De acordo com o indicador de medição de preços do mercado imobiliário Índice Properati-Hiperdados (IPH), os preços dos imóveis de 26 das 44 grandes cidades brasileiras analisadas apresentaram alta. Segundo o IPH, as variações mensais apontam para uma persistente instabilidade no mercado. A medição do índice desconsidera a inflação do período.

Leia mais

Indice Properati-Hiperdados de medição da variação de preços do mercado imobiliário – julho/2016

Mês de julho foi um mês de início às boas notícias para o setor imobiliário brasileiro, além das medidas promovidas pelo governo federal, como por exemplo: manter parte do Programa Minha Casa Minha Vida e as novas regras para financiamento da Caixa Econômica Federal.

No caso das novas regras de financiamento, os mutuários da Caixa Econômica Federal poderão financiar imóveis de até R$ 3 milhões, o dobro do limite de financiamento que era de R$ 1,5 milhão.

Leia mais

Lançamento de imóveis sobe 218,5% em maio

O lançamento de imóveis novos no Sul e no Nordeste do País apresentou aumento expressivo em maio, na comparação com o mesmo período do ano passado, mas ainda não indica que o setor imobiliário engatou uma recuperação depois de penar com a crise econômica.

Segundo o indicador Abrainc-Fipe, elaborado pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), foram lançadas 5.654 unidades em maio, um aumento de 218,5% em relação a 2015. O estudo utiliza informações de 20 das 34 empresas associadas à Abrainc.

Leia mais

Indice properati-hiperdados de medição da variação de preços do mercado imobiliário – junho/2016

É com muita satisfação que comunicamos que a partir do mês de junho/2016 estamos monitorando os preços de 24 cidades em diversas regiões do Brasil, com uma base com mais de um milhão de imóveis livre de viés, assim sendo na tabela 1, veja como estão se comportando os preços do Índice Properati Hiperdados Residencial Geral (IPH-RES/G):

Leia mais

Microapartamentos seguem como tendência no mercado imobiliário

“É cada um no seu quadrado”, diz a frase popular que resume o estilo de vida das novas gerações. O slogan caberia bem em um anúncio para descrever um tipo de imóvel que virou tendência nos últimos anos no mercado imobiliário: são os chamados microapartamentos. Com o aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho, o adiamento do casamento e a mudança nos arranjos familiares, cada vez mais pessoas procuram um apartamento para viver só – ou quase sozinho.

Leia mais

Venda de imóveis novos melhora em março

A venda de imóveis em São Paulo continua prejudicada pela crise econômica que o país atravessa, mas o mercado começa a apresentar alguns sinais de melhora, com a perspectiva de um gradativo aumento no número de lançamentos nos próximos meses. As constatações foram apresentadas nesta terça-feira, dia 10, pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP).

Em março, foram vendidos 1,070 mil unidades residenciais novas na capital paulista, um aumento de 28% em relação a fevereiro. No entanto, comparando com o mesmo período do ano passado, o volume é 16% menor.

Leia mais

Relatório mensal do mercado imobiliário – São Paulo/SP – Março 2016

Com as informações do mês de março, resolvemos analisar a evolução do preço de algumas capitais brasileiras afim de trazer a discussão sobre o que o efeito político-econômico está causando no preço de cada uma dessas praças. Aqui consideramos, especificamente, o período de fortes discussões sobre impeachment (mar/2015 – mar/2016). O que vai acontecer ainda não sabemos, mas o ambiente econômico deu um grande passo dia 17 de abril para resolver a pauta se a nossa “presidente vai embora” ou se a “presidente fica no cargo”. O importante é que esse enrosco deve ser destravado logo, para que pautas sobre crescimento econômico sustentável voltem a ser a discussão principal de nosso governo.

Leia mais